fbpx

Aprendendo a Organizar o Orçamento

Organizar o orçamento

Para a saúde financeira, seja da sua vida pessoal, familiar ou jurídica, o orçamento é a base. Organizar o orçamento é a forma de conseguir visualizar de forma prática e efetiva como serão seus próximos meses financeiramente. 

Mas para isso existem alguns pontos de atenção para seguir, para começar a organizar o orçamento, é recomendado separá-lo em blocos. 

Sendo um bloco de entrada de dinheiro, ou seja, suas receitas e quatro blocos de saída, sendo suas despesas fixas, consumo variável, dívidas e parcelas e também seus investimentos.

Depois, com base nestes blocos será montado sua linha do tempo financeira, ou seja, sua previsão de orçamento para os próximos 24 meses. 

Como montar os blocos para organizar o orçamento?

No bloco de receitas, estarão todas previsões de entrada de dinheiro como por exemplo: salário, comissões, bônus anuais, benefícios, 13º, ou seja, toda entrada líquida que você terá disponível para uso a cada mês.

Mas para fazer o cálculo é importante lembrar:

  • Salário Líquido: para calcular seu salário líquido, não considere os descontos não obrigatórios. Subtraia somente descontos obrigatórios (INSS, IRRF)
  • Descontos em Folha: são eles consignados, plano de saúde ou previdência privada, nesse caso, desconsidere-os. Seu salário líquido deve ser o que você receberia caso não tivesse esses descontos.
  • Receita Variável: para ter uma boa previsão financeira, o ideal é você considerar um valor que seja seguro de acontecer. Ou seja, um valor que você pode contar para o orçamento mensal.
  • Receitas não mensais: estas são como bônus, PLR ou até mesmo 13º, esse é o espaço para elas. 

Basta escolher a opção de bimestral, trimestral, semestral ou anual quando estiver preenchendo.

Blocos de despesa

Assim como para as entradas, para calcular as despesas é importante considerar os detalhes para manter a organização do orçamento.

Para começar, separe as despesas fixas, sendo aquelas que temos todo mês, sem prazo para acabar, como por exemplo: aluguel, condomínio, água, luz, TV, internet, assinatura, taxas e tarifas, impostos como IPTU e IPVA, seguros, academia, cursos, entre outras.

Lembrando que, aqui não entram dívidas como financiamentos, empréstimos, cartões e despesas de consumo como alimentação, transporte, lazer.

Isso porque estas entram no bloco de despesas variáveis, aqui teremos basicamente seu consumo. 

Ou seja, aquelas despesas do dia a dia como: mercado, açougue, padaria, despesas, combustível, táxi, uber, bares, cinema, restaurante até mesmo pedidos via delivery, saúde e estética passando por farmácia até salão, etc. 

Em terceiro lugar, está o bloco de dívidas, onde entram todos os compromissos mensais que você tem como: financiamentos, empréstimos, compras parceladas no cartão de crédito ou fora dele. 

Mas, nesta etapa ainda não vão entrar dívidas paradas, aquelas que não estão sendo pagas, caso você tenha.

Após esse, vem o bloco de investimentos com investimentos que você faz mensalmente, como por exemplo: poupança, título de capitalização, previdência privada, incluindo consórcio e financiamento imobiliário, caso você possua. 

Além disso, caso você já tenha algum valor aplicado, algum tipo de reserva acumulada ou algum patrimônio, também irão entrar aqui.

O objetivo de separar seu orçamento em blocos é organizar e facilitar a visualização de qualquer possível desequilíbrio e assim, enxergar com clareza como manter o orçamento equilibrado.

Afinal, é só não deixar que a soma dos 4 blocos de saída ultrapasse a previsão do bloco de receitas em nenhum mês, ou seja, que não saia mais dinheiro do que está previsto entrar. 

Linha do tempo financeira

O segundo fator muito importante para organizar o orçamento é ter a linha do tempo financeira, isso é primordial para que seu planejamento funcione. 

Isso porque tendo previsões nessa linha do tempo, você consegue enxergar com clareza qual sua situação financeira futura. Além disso, enxergar como cada decisão financeira que você toma hoje, impactará seus próximos meses. 
Você pode continuar aprimorando seu conhecimento financeiro pelo nosso blog, e se precisa de ajuda, agende um horário com nossos consultores. 

Reproduzir vídeo

Aguarde enquanto nossa agenda carrega...em seguida, escolha uma data 😀