fbpx

FINANÇAS PESSOAIS

"Como é que eu posso investir este dinheiro aqui?"

Sabe quando você tem aquele dinheiro “sobrando” e pensa: como é que eu poderia fazer isso aqui render?

Plano finanças pessoais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on twitter

E simplesmente não faz a menor ideia de como, nem onde, nem por onde começar?

Isso é mais comum do que pode parecer. Há muita gente nesta mesma situação - investir dinheiro é poupar os recursos disponíveis para usá-los no futuro com a característica imprescindível de fazê-los render. Se não rendesse, apenas poupasse, seria como guardar dinheiro, e só, sem que ele se tornasse uma fonte de renda extra. Um investimento.

O Fundo de Investimento é a saída ideal para este dilema: em linhas gerais é pegar o seu dinheiro e confiá-lo em alguém que sabe como investir porque é especialista nisto - tem tempo hábil, experiência, conhecimento e domina as técnicas para aplicar o seu dinheiro no lugar e momento certo, de acordo com as melhores possibilidades do mercado financeiro e, principalmente, de acordo com o seu perfil de investidor.

Esse administrador sabe decidir. Ele possui as ferramentas fundamentais para isso. Entende de valores, taxas, critérios de avaliação, índices, de tudo.

E o fundo é, além disso, um investimento de renda variável: uma equipe capacitada e sem relação emocional com o seu dinheiro, ou seja, sem pensar nos pormenores que poderiam lhe fazer ir pelo caminho menos rentável. Tudo feito pela razão e com conhecimento específico do negócio.

Pode ser que aqui você se pergunte: mas eu posso mesmo confiar?

Pode, sem medo. Os Fundos de Investimentos são regulamentados e os profissionais vão saber lidar com o seu dinheiro de acordo com a sua carteira. Por exemplo: eles não vão investir em fundos de, digamos, maior risco, o seu dinheiro de aposentadoria ou para emergências. Cada coisa tem o seu lugar de prioridade.

Além disso, com as rendas de médio e longo prazo eles podem investir em patrimônio ou alguma outra geração de renda. Reforçando: são profissionais da área. Pessoas que entendem de todo o processo e sabem como mapear as escolhas e as decisões antes de aplicar o dinheiro.

Só para você ter uma ideia: os fundos podem ser classificados como - Fundo de Curto Prazo; Fundo Referenciado; Fundo de Renda Fixa; Fundo de Ações; Fundo Cambial; Fundo de Dívida Externa; e Fundo Multimercado. Mas isso você não precisa guardar na cabeça agora, é só para ilustrar como há nuances diferentes para cada perfil e a importância de confiar num investidor que conheça cada um deles.

Há também os fundos de investimentos negociados a partir de corretoras, mas, neste caso, é importante ver resultados de investimentos que eles já fizeram para outras pessoas a médio e longo prazo (o que significa dizer acima de um ano).

Plano de ação: sabendo do que se trata, como é que você pode encontrar uma equipe que vai te apresentar um bom fundo, regulamentado, com profissionais competentes?

É aqui que você entra em contato a Plano e vem tomar um café! Venha conhecer o que de melhor podemos fazer por você e pelo seu dinheiro.

E até breve!

Fonte: http://www.convibra.com.br/upload/paper/2014/33/2014_33_10374.pdf

Quero organizar minha vida financeira. Plano, me envie sua newsletter.

Aguarde enquanto nossa agenda carrega...em seguida, escolha uma data 😀